sexta-feira, agosto 22, 2008

Enquanto há vida há esperança...

No fundo, a verdade é esta. Quanto mais ando para aqui a maldizer o raio da Humanidade, mais me apercebo que ando é enjoado de mim mesmo. No fundo, no fundo, ando é com pouca {para não dizer nenhuma} paciência para comigo mesmo. Sendo assim, vou é deixar-me de lamúrias, lavo a cara ao Anauel {que aquela piada da imaGINAção falhou certamente...; além de que não há nada como um face lift} e sigo em frente.

3 comentários:

inês disse...

olá meu amigo
que bom encontrar-te assim por aqui.
fiquei a saber que é uma júlia, que alegria. vemo-nos em breve? saudades. bjs para ti e para as meninas todas.

inês disse...

não sei porque não apareceu o link para o meu blog. só para teres a certeza: sou a nog.

anauel disse...

Olá minha amiga

Bastou-me dar um salto ao caderno para perceber que eras tu...

Pena que troquemos palavras num post tão sombrio da minha parte... lol

Haverá mais oportunidades.

Beijo grande.